• Míssil da Coreia do Norte passou ao lado de avião de passageiros

    Míssil da Coreia do Norte passou ao lado de avião de passageiros

    O míssil lançado na semana passada pela Coreia do Norte, apontado como o mais poderoso do país, foi avistado pela tripulação de um avião de passageiros da companhia Cathay Pacific.

     

    A notícia é divulgada pela BBC, referindo que o míssil intercontinental passou ao lado de um avião comercial da Cathay Pacific quando este sobrevoava o Japão. O voo fazia a ligação entre São Francisco, nos EUA, e Hong Kong, na China.

    A companhia aérea confirmou à BBC que a tripulação do avião assistiu ao que se suspeita ter sido “a reentrada” do míssil na atmosfera terrestre.

    A estação inglesa cita o jornal chinês South China Morning Post, referindo que o diretor de operações da Cathay Pacific, Mark Hoey, enviou aos funcionários da empresa uma mensagem interna para avisar sobre o avistamento do míssil.

    Tenham cuidado, testemunhamos o míssil norte-coreano explodindo e caindo perto da nossa localização”, diz essa mensagem citada pela BBC.

    O míssil teria também sido visto pelas tripulações de dois aviões sul-coreanos em voo dos EUA para Seul, declara a mesma fonte.

    Lançado no dia 29 de novembro, o último míssil da Coreia do Norte voou cerca de 998 quilômetros até cair no Mar do Japão, sendo considerando pelos especialistas o mais poderoso já testado pelo país, com capacidade para atingir os EUA.

    Os lançamentos de mísseis levados a cabo pelo regime norte-coreano, sem qualquer aviso prévio, são um “potencial risco para aviões” comerciais, nota a BBC.

    Como resposta a mais uma provocação do regime de Kim Jong-un, os EUA e a Coreia do Sul organizam, ao longo desta semana, um dos maiores exercícios militares aéreos da História, com o envolvimento de 230 aviões e de dezenas de milhares de operacionais.

    A Coreia do Norte também vê estes exercícios como uma provocação e já avisou que os EUA “pedem uma guerra nuclear”.

    Ciberia // ZAP