• Outorga da Comenda Dom Luciano marca 12 anos da páscoa do servo de Deus

    Outorga da Comenda Dom Luciano marca 12 anos da páscoa do servo de Deus

    Quatro homenageados receberam a Comenda Dom Luciano Mendes de Almeida do Mérito Educacional e de Responsabilidade Social, na noite da última segunda-feira (27). Promovida pela Faculdade Dom Luciano Mendes, a outorga aconteceu no Centro Cultural Arquidiocesano Dom Frei Manoel da Cruz, antigo Palácio dos Bispos, em Mariana, após a celebração no Santuário Nossa Senhora do Carmo, presidida pelo arcebispo de Mariana, Dom Airton José dos Santos, e concelebrada pelo arcebispo emérito de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, pelo bispo auxiliar de Belo Horizonte, Dom Geovane Luís da Silva, e por outros padres da arquidiocese.
    Dom Geraldo Lyrio Rocha, professor Luiz Fernando Mendes de Almeida, João da Silva Rezende e Edite Reis da Paciência foram os agraciados da noite. Em nome dos quatro, Dom Geraldo, que foi o responsável pela instituição da comenda dois anos após o falecimento de Dom Luciano, agradeceu: “Quero deixar aqui registrado o nosso agradecimento pela homenagem de recebermos a comenda que traz o nome do Servo de Deus Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida. Ele que traz em seu próprio nome, bem como em seu testemunho de vida, e se fez portador da Luz, (Luz)ciano'", disse.
    O arcebispo de Mariana e presidente da Fundação Marianense de Educação, mantenedora da Faculdade Dom Luciano, Dom Airton, afirmou que a comenda marca a história da Arquidiocese e, por isso, precisa ser valorizada. Ele também ressaltou que os agraciados devem ajudar a Arquidiocese de Mariana a manter viva a memória de Dom Luciano.
    Na cerimônia de outorga da comenda, a mesa foi composta pelo arcebispo de Mariana, Dom Airton, o vigário geral da Arquidiocese, monsenhor Celso Murilo Souza, o diretor geral da Faculdade Dom Luciano, padre Vander Martins, o diretor acadêmico da Faculdade, padre Wander Torres, o reitor do Seminário São José, padre Valter Magno, e o diretor do Instituto de Filosofia do Seminário, padre Euder Canuto.
     
    Agraciados
    O Professor Luiz Fernando Mendes de Almeida, irmão de Dom Luciano, que, dedicou-se a educação e ajudou ao pai, Cândido Mendes, na criação da Escola Técnica de Comércio, embrião da universidade Cândido Mendes, disse não conseguir expressar a sua felicidade. “Não é todo mundo que tem a alegria que estou tendo hoje de receber uma comenda com o nome do próprio irmão. Luciano tinha uma grande dedicação a essa arquidiocese. Ele deixa exemplos de paz, tranquilidade e amor ao próximo”, afirmou.
    Edite Reis da Paciência, notária na fase arquidiocesana do processo de beatificação de Dom Luciano, comenta ser uma honra receber a “comenda que traz o nome de um santo”. “Foi uma homenagem dupla, de alegria. Como filha adotiva de Dom Luciano, é uma emoção vê-lo sendo reconhecido como uma pessoa santa. Eu perdi um pai que era pai e mãe e fui homenageada com uma comenda que traz o seu nome”, disse, ciente de atender ao pedido de Dom Airton: manter viva a memória de Dom Luciano.
    O irmão religioso da Congregação dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora e membro do Movimento da Boa Nova (Mobon), João da Silva Rezende, diz receber a comenda como um símbolo de responsabilidade para continuar o seu trabalho, que envolve cursos de aprofundamento bíblico e de formação de lideranças, em várias dioceses de Minas Gerais e do Mato Grosso.


    Fotos:  Gabriela Santos

Imagens relacionadas